25/03/2009

"Sem título"

Descanse por alguns dezembros,
seja um troglodita e me arraste pelos cabelos.
Faça o que você quiser de mim.
Pegue um taxi debaixo da chuva,
molhe o banco e não pague a passagem.
Pra mim nada mais importa.
Faça o que você quiser de mim.
Fale que me ama e depois finje que nada aconteceu.
Me beije e diga na minha cara que eu fui só mais uma.
seja um troglodita e me arraste pelos cabelos.
Faça o que quiser de mim.
Derrube uma árvore.
Destrua um prédio.
Mate minha mãe.
Ponha uma placa na avenida principal dizendo que eu sou uma vadia.
Pode fazer o que quiser, não me importo.
Tanto faz, mas saiba que a recíproca será verdadeira.
Faça o seu comentario!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© 2014 Conspiração Vital - Todos os Direitos Reservados | Design por Ceres Bifano, Diagramação por  Matheus Pacheco.