12/04/2009

A Coruja e Algo não Denominável

Hoje eu estava super feliz dentro do banheiro mais feliz ainda da minha casa de Sete Lagoas, fazendo coisas que geralmente pessoas fazem no banheiro, quando eu olho pra janela e levei um susto: tinha uma coruja bem olhuda e cinza me olhando.

O que eu fiz? Aah, eu fiquei encarando ela.
E ela me olhava, e eu olhava ela... e se passaram minutos (devem ter sido segundos) e eu e a coruja trocávamos olhares estranhos, tudo até eu conseguir sair do banheiro e gritar minha mãe, pra ela ver a coruja.

Foi a conta da minha mãe chegar na porta do banheiro pra coruja sumir.
E a história da coruja está martelando na minha cabeça até agora.

Eu ando pensando muito. Isso me incomoda porque eu ando pensando muito a mais que o normal.
Junto com a história da coruja ficam martelando na minha cabeça uma infinidade de coisas, que parecem que nunca vão parar de ser pensadas.

Igual quando eu falei assim pra Ana: "Garota, você se apaixona muito fácil, vai com calma." E o jogo virou, mais uma vez. A menos de um mês ela me disse: "Eu sei que a frase é roubada, mas ... Ceres, você se apaixona muito fácil."

Caramba, quem eu penso que sou?
Pra achar que só porque eu consegui suspirar por uma mesma pessoa por um longo espaço de tempo mesmo que a recíproca não tenha sido verdadeira, é que eu não me apaixono fácil?

Sim, e eu repito sim, eu me apaixono fácil.
Eu me apaixono fácil, e isso é um defeito.
Tá bom que isso é um ótimo remédio pra amor não curado.
É sempre assim, pra curar um amor, tem que ser com outro.

Aaah, mas minha cabeça tá muito confusa.
Tenho dentro de mim algo não denominável.
Pode ser amor, fogo de palha, qualquer coisa.
Mas eu quero que isso se acabe logo!

Será que isso faz parte da Conspiração Vital?
Mas só pra garantir: Eu quero que você morra!

(Estou lutando pra reclamar menos, isso aumenta idade mental)

Um comentário:

  1. Acho que eu não sou uma pessoa que se apaixona fácil... Ahnãoserqueoseremquestãonãoexista - daí sim.
    Er... :x

    ResponderExcluir

© 2014 Conspiração Vital - Todos os Direitos Reservados | Design por Ceres Bifano, Diagramação por  Matheus Pacheco.