28/12/2010

O Coração


- Ceres, toma. - disse, jogando em cima da carteira.
- O que é isso, Samuel? - perguntei, olhando pro cristal em forma de...
- Coração. Meu coração.
  Ele saiu andando, com convicção.
- Sério?
  Ele parou, e olhou para mim.
- Você me deu mesmo? - eu disse estendendo a mão com o coração na palma.
- Sim, dei. - e voltou a andar.
  Olhei aquela coisa reluzente que, mesmo sem olhos, retribuia o olhar.
Fiquei calada por alguns segundos.
- Ceres, o que é isso?
- O Samuel me deu o coração dele.
  Aquele coração rodou a mão de metade da sala, e eu não sabia o que fazer com ele.
Joguei na mochila. Tirei da mochila, fotografei. Coloquei na estante, como um troféu.
E só. É lá que ele vai ficar.
Faça o seu comentario!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© 2014 Conspiração Vital - Todos os Direitos Reservados | Design por Ceres Bifano, Diagramação por  Matheus Pacheco.