20/05/2013

Bom Dia!

Nós deitamos, eu me aconchego no seu peito e logo penso: "Deus, que sorte eu tenho!".
Você me abraça. Eu fecho os olhos, sinto o seu perfume, do qual você não me diz o nome, e é nessa hora que o tempo para e começa uma contagem nova, um relógio só nosso, onde nossa preguiça determina os horários.
Você segura minha mão, me beija, me abraça mais forte e são esses gestos que me fazem sentir mais amada. Fico tão protegida e aquecida. Determino então, que os seus braços são o meu lugar e é ali que eu sempre quero estar.

E acordar e te olhar dormir, poderia parecer loucura, mas é lindo ver teus olhos fechados, te escutar roncar. Ali no seu sossego, te declaro meu. Puro egoísmo! Mas algo tão intimo não poderia ser dividido com mais ninguém. 
Você me abraça por trás, me da um beijo no pescoço pra me lembrar que esta ali. E é nesse momento que sou toda e somente sua. Me viro pra você e vejo teus olhos verde-acastanhados meio abertos, por desejo nos beijamos e nos perdemos em meio aos lençóis.
Os sons, o gosto, a musica, as risadas... tudo faz parte do principio do nosso dia. E para sentir isso tudo, eu poderia dormir e acordar ao seu lado sempre.


5 comentários:

© 2014 Conspiração Vital - Todos os Direitos Reservados | Design por Ceres Bifano, Diagramação por  Matheus Pacheco.