03/05/2013

Destinado ao remetente


Pegue a sua insegurança e dobre-a oito vezes, feito folha de papel. Esconda-a na sua parte mais escura e a esqueça por lá. Se for chorar, meu bem, chore onde ninguém possa te ver. Debaixo dos seus cobertores - sozinha - até que seus mares sessem, e você só queria sorrir. 

Pense... pense em tudo. Contabilize todos os seus erros, e não se arrependa de nenhum deles. Tenha em mente de que apenas não era a hora. Meu amor, o acaso não existe. Coincidência é coisa da sua cabeça. Afinal, não é melhor jogar a culpa nela? Fale, fale muito. E se tiver vontade - FODAS - apenas faça. Não tenha a sensação de tempo perdido! Faça! 

Esconda esse mísero ser que há dentro de você e mostre o quão forte você é! Deixa que os outros vejam que seu brilho é maior que o do sol! Deixe te beijarem, deixe te abraçarem. Viva, simplesmente. O pior já passou, você só a tem a você! E você é a melhor!

Então se ame! Se olhe no espelho e apenas se deseje. Acredite piamente em seu potencial, você vai dominar o mundo! O seu e de quem permitir... Pegue essa sua insegurança, queime-a. Deixe arder até que não exista mais. Faça isso porque precisa. Você só tem a você... 

2 comentários:

© 2014 Conspiração Vital - Todos os Direitos Reservados | Design por Ceres Bifano, Diagramação por  Matheus Pacheco.