01/06/2013

Alternativos do subúrbio

Pergunto-me se você tem noção do quanto perdemos todo esse tempo. Foi um erro afinal termos nos encontrado tão cedo pois nossas infantilidades acabaram por nos afastar e causar vergonha e ódio desnecessários em nossos encontros. Você não percebe que estivemos seguindo pela mesma estrada todo esse tempo? Bebidas, drogas, cigarros, sexo e rock'n'roll. Uma olhada para o passado que combina com o quão amargos aspirávamos ser -- e nós realmente amargamos no final. Nossa vida é doce como a ressaca de um whisky quente, nós temos a evolução de velhos miseráveis.
            
Poderíamos estar nos divertindo atualmente juntos, trocando histórias e inconsequências nos becos da capital. Porém suas doses a mais de desinformação e irresponsabilidade, minhas doses a mais de idiotice, acabaram por nos separar definitivamente. Eu jamais me esquecerei daquelas brigas, eu jamais me esquecerei daquelas surras, amigo. Entretanto algo me diz que ainda iremos nos encontrar, a vida dos junkies é uma rua solitária que vez ou outra se encontra com outras solidões. O mundo dos jovens inconsequentes é pequeno, nós sabemos disso. Rodamos por todas as partes e continuamos a aparecer nos olhos um do outro com mais frequência do que esperaríamos.
            
Você passa longe ao me ver e eu disfarço o olhar. Às vezes é o contrário e me pergunto porque não podemos simplesmente perdoar e voltar aos tempos medíocres que vivíamos. O desprezo é uma paixão tão avassaladora... por que não podemos desprezarmo-nos em segredo enquanto dividimos novas garrafas de vodca? Afinal nosso egocentrismo combinaria e talvez nos déssemos bem se não fossem aqueles episódios em que nos entregamos ao fulgor do não-saber. Contaríamos e viveríamos nossas histórias juntos semidesnudos nas praças do subúrbio como fazíamos antes -- seria uma amizade ruim e agridoce da forma que merecemos.
            
Entretanto cá estou, dividindo meus viveres com boêmios do centro enquanto você divide com a turma que antes era a nossa. Alguns amigos vieram para o meu lado, outros para o seu -- outros meramente oscilam entre eu e você. Pois afinal, pouca diferença há na nossa astúcia e estupidez.


Faça o seu comentario!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© 2014 Conspiração Vital - Todos os Direitos Reservados | Design por Ceres Bifano, Diagramação por  Matheus Pacheco.