25/06/2013

Se ancorar


Não estou pedindo para ficar, mas vem cá.
Deixa eu te amassar no sofá.
Na sua casa ou na minha, tanto faz.

Me segura vai, não me solta mais não.
Faça jus à minha tatuagem que você cobre com a mão.
Mistura meu perfume no seu.
Seu suor no meu.

E vem aqui até querer ficar mais um pouco.
Tomar um café enquanto exerce o dom de acordar rouco,
e eu arrepiando só de pensar que dormi com você.

Vem cá, meu bem...
quantas vezes será que já te chamei?
Vamos para a sala, pro corredor, pro seu carro.
Vem cá e eu te construirei.

Eu em você,
você em mim.
No sofá, e em todos os lugares que quiser ficar...
vem cá se ancorar.


2 comentários:

  1. "Não estou pedindo para ficar, mas vem cá." O amor é meio contraditório as vezes não é? Lindos versos...

    ResponderExcluir

© 2014 Conspiração Vital - Todos os Direitos Reservados | Design por Ceres Bifano, Diagramação por  Matheus Pacheco.