11/08/2013

- Alô, tudo bem? Tô bem também, é que



hm, sei lá sabe, só liguei pra dizer que não sei quando volto. As coisas têm estado meio bagunçadas ultimamente e minha cabeça simplesmente não consegue descer das nuvens. Tenho me sentido completamente conectado com tudo e com todos ultimamente mas, sabe, não consigo dar atenção a ninguém. Tenho me distraído bastante, passado horas pra responder as pessoas no facebook, dias pra responder as mensagens que tenho recebido no celular... tenho feito de tudo mas, se for balancear, eu não tenho mesmo é feito nada. To só flutuando, sabe? Deixando a vida me levar, seguindo os ventos, ora cá ora lá. Lembra daquela empresa que eu disse que comecei a trabalhar meses atrás? Tenho crescido bastante lá, tem acontecido tanta coisa... tá tudo uma bagunça e eu to tentando equilibrar tudo bagunçando a mim também. Não sei se cê já passou por isso, sei lá, eu to com saudades daí, mas não me imagino largando esse lugar tão cedo. Sinto saudades daqui também, tem tanta coisa que ainda não vivi e fico um pouco triste quando penso que não sei se é possível viver tudo o que eu quero... se pá é por isso minha insônia. Tenho dormido muito pouco ultimamente, passado dias inteiros cansado mas, simplesmente, não consigo dormir. Vou ter tempo pra isso quando eu morrer. Acho que se estamos vivos é porque é pra viver né, apesar de que ficar na cama por horas é maravilhoso também. A gente sonha com mais facilidade. Mas não tenho precisado sonhar de olhos fechados ultimamente, to só sonhando de olhos abertos e correndo desesperadamente pra descobrir de que são feitos esses sonhos quando eles se materializam na nossa frente. Tenho descoberto que os sonhos são naturais, o que é quase decepcionante, mas o real é muito melhor que o sonho. Vocês deveriam vir pra cá viver comigo, largar tudo o que vocês planejaram e sentir essa coisa que é a vida soprando nosso cabelo em viagens constantes e infinitas. Tenho muita coisa pra contar agora, uma sucessão infinita de histórias mas não adianta o quanto eu as repita, elas jamais serão uma cópia fiel ao que eu vi e senti. Tenho conhecido tanta gente bacana que nem sei mais o que é ódio ou raiva ou frustração, to só amor ultimamente, se eu puder me dar ao luxo de anexar tal qualidade a mim. Ser humano é tão bom... apesar dos obstáculos e limitações acho que deveríamos reclamar menos. Podíamos ajudar mais, parar de cobrar pra fazer qualquer porcariazinha de favor. Ser humano não é isso. Acho que isso é coisa de máquina caça níquel. Mas não acho que eu tenha o direito de achar qualquer coisa, acho que o que as pessoas pensam ou fazem não é da minha conta. Da minha conta é só viver minha vida. É só seguir. E nessa coisa de viver tenho me sentido evoluindo embora eu ache que pensar nisso é um regresso, evolução é uma coisa tão mesquinha e egoísta, é pensar que há algo melhor que outra coisa, e por haver algo melhor há algo pior, algo inferior. E nada é inferior. Desde que decidi seguir tenho sentido que as coisas apenas são. Mas acho melhor desligar né, nem sei mais o que to falando, liguei mesmo era pra dizer que senti sua falta hoje e... cê tá aí ainda? Alô?
Faça o seu comentario!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© 2014 Conspiração Vital - Todos os Direitos Reservados | Design por Ceres Bifano, Diagramação por  Matheus Pacheco.