08/09/2013

Na rua,



Eu passei
e não vi você.

Eu senti.
Era seu perfume.

Me virei.

Era você
e suas costas largas.

Quando passei por você,
você não me viu.
Nem me sentiu.

Eu esqueci
de me perfumar.

Você continuou andando.
E eu parada.

Se eu pudesse, 
beijaria as suas costas, 
o seu ombro.

Te imaginei sem a camisa.

Você continuou andando.
E eu parada.

Te esfaqueei a nuca
com o meu olhar.

E nada.

Você foi embora.
E eu parada.
E eu calada.
E eu virada.

2 comentários:

© 2014 Conspiração Vital - Todos os Direitos Reservados | Design por Ceres Bifano, Diagramação por  Matheus Pacheco.